O que escondem os olhos.


Concorrentes ao OSCAR 2010

Filme Estrangeiro

por Caroline Araújo

Definitivamente o cinema argentino tem uma regularidade de produções que assusta. Com várias escolas cinematográficas espalhadas (existem mais escolas de cinema que de medicina)não é de achar estranho que vira e mexe consiga emplacar uma de sua produções entre os cinco concorrentes ao Oscar de filme estrangeiro. 2010 a história repete-se.

“El Secreto de Sus Ojos” de Juan Jose Campanella(2009) é mais uma película argentina que entra para o Hall de melhores filmes estrangeiros já feitos. Bem, é um filme correto. O diretor executa o que ele propõe. Sem grandes surpresas. Sem nada estupendo. Ao fim um filme redondo e que prende o espectador. Gosto de ressaltar que Campanella abusa de planos detalhes. O inicio do filme é praticamente todo em planos detalhes das ações, uma belíssima escolha poética de narrativa. Assim como a fotografia difusa, lembram telas límpidas. Muito boa a escolha fotografia. O trio principal de atores segura o filme, Ricardo Darín, Soledad Villamil (lindíssima) e Guillermo Francella; vivem intensamente o roteiro proposto e convencem.

O filme se passa em dois tempos, passado e presente e trabalha na edição a congruência deles. A todo instantes estamos às voltas com o passado que não permite que Benjamim(Darín) toque a aposentadoria tranquilamente. E temos um presente onde Irene(Villamil) começa a mensurar suas escolhas do passado. Trata-se da adaptação de um romance policia de Eduardo Sacheri que, junto com Campanella assina este roteiro. Criticas políticas veladas (ou não), traição, amor, paixões contidas, rumos trocados, crimes não solucionados. Tudo colocado e alinhavado de forma satisfatória para prender o espectador. Uma coisa que me incomodou bastante foi a maquiagem de envelhecimento a qual os atores foram submetidos. Achei falsa por demais e uma produção tão cuidadosa em outros pontos e com uma fotografia tão bela, não poderia ter dado essa mancada; porém não é algo que estrague o trabalho.

El Secreto de Sus Ojos” vem fazendo uma bela campanha onde passa, ganhou os prêmios de Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor ator Masculino e melhor Musica original no Festival de Havana. Ricardo Darín transborda melancolia através de seus olhos e mostra porque é tido como p principal ator de seu país e de cara, um dos maiores atores da America Latina. Na disputa “oscarizada” deste ano não acredito que tenha grandes chances, mas seria interessante um filme latino vencer. Ponto para Campanella que soube conduzir a história a que se propôs executar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s