UMA GRATA SUPRESAS EM TEMPOS DE CÓLERA


Em cartaz

Por Caroline Araújo

Final dos anos 80. Brincos de crucifixo, cabelos espetados, jovens policiais que se disfarçam para combater o crime no seio adolescente. Muitos da geração X de hoje, perderam vários momentos frente a TV assistindo um dos maiores ícones televisivos dessa geração; a série americana feita pela FOX  “21 jump Street –Anjos da Lei”. Foi exatamente por meio do sucesso dessa série que um dos astros mais marcante e talentoso da atualidade começou a galgar o sucesso: Johnny Depp.

Então, com uma atmosfera nostálgica, quando você vai ao cinema e se depara com uma adaptação dessa série para o cinema, no primeiro momento uma lufada de #medo, abate-se. Mas ainda bem que, surpresas boas acontecem e não só de cachoeiras vivem nossos dias.

“21 jump Street –Anjos da Lei”(2012) chega aos cinemas nacionais trazendo um dos roteiros mais redondos e extremamente bem aplicados do ano. Leve, divertido, e acima disso, saudoso da série que o origina, o filme dirigido pelos quase estreantes Phil Lord e Chris Miller que recentemente mandaram muito bem na animação “Ta chovendo Hamburguer”  é um grande exemplo de que fazer o dever de casa é sucesso de critica e fãs e posteriori, muitos, mais muitos outros bons projetos caindo no colinho.

Schmidt (Jonah Hill) e Jenko (Channing Tatum) foram colegas de colégio. O primeiro fazia o Schmidt =nerd, sem vocação para os esportes. O Jenko =  ruim de notas, mas bom atleta. Eles voltam a se encontrar na academia de polícia, onde tornam-se amigos. Nas ruas, acabam cometendo mais erros que acertos, e por terem uma aparência jovem, são convocados para o novo programa da polícia, que esta reativando algumas divisões dos anos 80 (boa sacada) e terão de trabalhar disfarçados em uma escola secundária, para combater o tráfico de drogas.

Hill e Tatum conseguiram ter um equilíbrio de atuação, cada qual vestindo bem a pele de seus personagens. Com diálogos estruturados, várias sacadinhas 80’s, e interpretações inspiradas como a de Ice Cube, em menos de 15 minutos de filme rolando, você passa a para de analisar e relaxa e vai véi!

Com um humor caótico, cheio de referencias simples, clichês puros, bons atores, timing na medida, o filme, não figura como uma transição da séria para o cinema, mas sim, uma grata homenagem, fazendo referência ao seriado, mas construindo seu próprio caminho, atualizando o cenário para os dias de hoje, sem perder o inebriante da série do passado.

De maneira agradável, e tirando sarro para caramba, “21 Jump Street” consegue funcionar muito bem, faz rir (e muito) sem forçar escatologias. E Tatum. Ai! Colírio a parte! Amém!

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s