Mau como o pica -pau – The Equalizer chega aos cinemas


The-Equalizer-03set2014-poster

Estreia

 

Por Caroline Araújo

 

Com um objetivo claro em manter a atmosfera do seriado de TV The Equalizer; que fez sucesso nos Estados Unidos na década de 80, a adaptação ao cinema homônima que marca o reencontro do diretor Antoine Fuqua e do ator Denzel Washington 13 anos depois da parceria de sucesso que rendeu a Denzel o Oscar de melhor ator por “Dia de Treinamento”, chega aos cinemas carregada de clichês óbvios dos filmes de ação, mas cumprindo muito bem o papel de entreter o espectador.

The-Equalizer-20-Denzel-Washington

“THE EQUALIZER – O Protetor”(2014) apresenta para nós um Robert “Bob”McCall (Denzel Washington) , sujeito aparentemente comum que trabalha numa loja de departamentos; sempre prestativo com os colegas de trabalho, extremamente incentivador, uma espécie de conselheiro e amigo para todas as horas. Insone, frequenta a mesma lanchonete madrugada após madrugada para tomar um chá e tentar lendo seus livros, e assim, acaba ficando amigo de uma prostituta chamada Terry | Alina (Chöe Grace Moretz). Quando a garota sofre uma surra de seus cafetões que acaba mandando-a para UTI, Bob começa a revelar suas habilidades do passado e inicia uma guerra contra o crime organizado.

protetor-a

 

McCall é quase um MacGyver no sentido de resolver qualquer situação por mais caótica que ela possa parecer e sem amarrotar a camisa, claro. Ele planeja a duração de suas ações e cronometra para comparar os tempos, o que endossa um lado divertido do personagem. Ele não hesita em fazer seus adversários sangrarem e mesmo que tome um tiro, facada ou porrada, ele mesmo faz seu curativo com mel quente, ferro quente ou que lhe aparecer na frente. Mau como pica – pau.

???????????????????????

Entretanto, o roteiro pouco inspirado acaba no lugar comum de mais do mesmo de histórias de homens “justiceiros” como Bob. A Escolha de Denzel é totalmente coerente e precisa. Ele constrói um personagens cujas origens são desconhecidas, é forte e se mantém indestrutível do começo ao fim feito uma máquina. O cuidado técnico é apurado, como a utilização do foco como recurso narrativo, enquadramentos nada óbvios e que auxiliam a história sem falar em seqüências inteiras que se iniciaram de pequenos detalhes.

04_525

 

De certa forma, Fuqua promove uma fetichização da figura de Washington, criando uma espécie de super – herói – urbano que não faz nada extremado, é calmo, meticuloso e perfeccionista até mesmo quando esta descendo porrada nos bandidos. Enquadra nosso justiceiro de todas as formas, ângulos e velocidades de câmera possíveis reafirmando que “sou seu pior pesadelo”. Beijinho no ombro.

 the-equalizer-photos-3

O elenco de apoio funciona, o desenho de produção, as sequencias de ação são bem feitas e a trilha sonora fecham de forma bacana o conjunto, que mesmo comento alguns deslizes e não chegando perto do que foi a parceria de Fuqua e Denzel 13 anos atrás, vale e muito como entretenimento. Preparem a pipoca.

O-Protetor

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s