Entre as Estrelas


interstellar-poster2

Opinião

Por Caroline Araújo

Vez ou outra somos brindados por temporadas de estreias cinematográficas que mexem e reviram as cacholas dos espectadores. Creio que estamos entrando no buraco de minhoca de uma delas. Como se seu novo trabalho estivesse a um passo à frente de sua própria carreira, Christopher Nolan consegue reafirmar sua posição como um dos diretores mais grandiloquentes do cinema americano atual.

interstellar-christopher-nolan

“INTERSTELLAR – INTERESTELAR”(2014)  é sim uma ficção científica das mais puristas, cheia de questionamentos e que explora como poucos não só a ciência, mas também aborda temas como o desperdício, abandono, solidão e desespero. Em sua essência, um filme sobre humanidade, cuja robustez da narrativa retrata a capacidade do homem de ser devastador, mesquinho e ao mesmo tempo sonhador, iluminado e extremamente empreendedor. Absolutamente é um longa sobre o nosso lugar, insignificante, dentro do universo, sobre os conceitos de fé e amor; oferecendo a plateia uma força reflexiva por meio de uma filosofia empregada na construção das imagens digna de Terence Malick.

interstellar-ft

É um filme que merece escrever sua própria história, sem ficar sofrendo com comparações inadequadas, mesmo que seja difícil não associar ou remeter a um dos maiores clássicos do cinema mundial do gênero “2001 – uma Odisséia no Espaço” de Stanley Kubrick. A história gira em um futuro não determinado, onde engenheiro espacial Cooper (Matthew McConaughey) trabalha como fazendeiro cultivando milh. A maioria dos alimentos da Terra já acabaram e as plantações que restam são constantemente atacadas por pestes e tempestades de poeira. Tudo é envolto em tempestades de pó. Ao lado dos filhos e do sogro (vivido pelo ótimo John Lithgow), ele vive simplesmente sem perder os resquícios de uma vida culta proporcionada pelo conhecimento da ciência.

20140327-interstellar-bastidores-615x834

Um belo dia, um dado acontecimento o permite voltar a trabalhar com a ciência, em prol de uma busca pela própria salvação da humanidade, e a partir dai temos um roteiro cuja base são os estudos do cientista Kip Thorne e que proporciona uma viagem visual e reflexiva tal qual a grandiosidade do projeto de Nolan. Ou seja, por mais absurdo que possa parecer, “INTERSTELLAR” se baseia em teorias reais e, portanto, se estrutura em algo que poderia realmente acontecer. Com isso o diretor coloca a cara a tapa para os olheiros de plantão que vão revirar seu filme do avesso procurando por furos e equívocos.

o-INTERSTELLAR-TRAILER-facebook1

Compulsivo por controle, purista e meticuloso, Nolan se gaba de não ter usado Chroma –Key durante as filmagens. Ele e sua equipe estudaram e muito antigas técnicas de filmagem, retroprojeção e construíram o máximo de SETS que o orçamento permitiu. As cenas espaciais foram projetadas em imensos telões enquanto as câmeras captavam as emoções faciais dos atores. Contemplativo e cheio de silencio Nolan gosta de mexer com o tempo fílmico de modo a influenciar a experiência do espectador em tempo real, uma proposta quase metalingüística ao expor essa função do cinema em também conseguir esculpir o tempo de acordo com seu objetivo.

5148

Exatamente por essas características temos um filme com um apuro técnico impecável. A montagem de Lee Smith merece elogios, principalmente pelo fato de conseguir fazer o filme fluir bem nos momentos mais reflexivos e mesmo contando com quase três horas de duração. A direção de arte foi bem inspirada, mas impulsionada pelo grandiloquente design de produção que permitiu que o filme tivesse a arquitetura dramática que exulta na tela, num ótimo trabalho da equipe de efeitos visuais.

25227001

Sem mensurar a atuação do elenco, que esta primorosa. Matthew McConaughey se supera a cada novo papel que é contemplado. As nuances de emoção são cruciais em vários momentos da película. Assim como sua dobradinha com Jessica Chastain que interpreta sua filha Murphy ja adulta, ou Mackenzie Foy que dá vida a jovem Murphy, que são pontos cruciais da trama.

inter5

Grata surpresa. E grande apostas na temporada de prêmios que começa a se desenhar. Assistam no Cinema. #FicaDica.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s